10 acessórios gamers bizarros

10 acessórios gamers bizarros
janeiro 09 12:47 2017 Imprima este artigo

Na última semana vimos por ai que na edição de colecionador de Resident Evil 7 contará com um Pen Drive em forma do famoso dedo de manequim, ou pelo menos era para parecer um, já que o dedo tem um formato duvidoso. Apesar de não ser um acessório, mas estar relacionado com games, decidimos postar este artigo com 10 acessórios gamers mais bizarro.

Jogcon – PS ONE

Desenvolvido pela Namco, foi feito especialmente para o jogo Ridge Racer. Type 4. A ideia ate que é legal, pois o controle traz tipo um “volante”. Mas vamos ser sincero, parece mais aqueles telefones da década de 80.

Controle Teclado QWERTY – Game Cube

Felizmente esse treco enorme nunca foi lançado fora do Japão, ele era bem pesado, precisava ocupar 2 entradas de controle e servia praticamente só para ajudar a conversar com mais facilidade no Phantasy Star Online.

LaserScope – NES

O Headset possuía um visor de mira a laser no olho e um microfone. Sabe, o visor até que é legal, não mais que a Zapper, mas fazia sentindo. Agora você ter que falar “Fire” no microfone para disparar era totalmente bizarro, sem contar que era bem ruim, praticamente qualquer outra palavra ou ruído poderia fazer disparar. Imagine isso nos dias de hoje em um Call of Duty: Fire, fire, fire… Sai rouco da jogatina.

Katana: The Soul – PS2

Espada controle feita para se jogar Onimusha 3 no PS2 não é nada ergonômica. Vamos ser sincero, o que cara tinha na cabeça de criar um controle em linha reta? É impossível jogar nessa coisa. Faz a espada para colecionador, mas não coloque botões nela

PediSedate – Game Boy

Acessório nazista para matar crianças enquanto jogam. É um Headset com uma função bem incomum, foi feita para a criança jogar Gameboy enquanto está no dentista e precisa ser sedado. Pode ter sido criado com boas intenções, mas em mim causa medo.

Singer Izek – Game Boy

Gente… Deve existir um motivo para essa bagaça existir, mas não consigo entender porque foi feita para Gameboy. Não poderia ser um Software/hardware para um notebook? Enfim, nem tudo pode ser compreendido. Mas como a minha curiosidade não se aguentou, o acessório que serve para costurar bordados pode ser encontrado no Ebay na média por 200 dólares, detalhe, nenhum anuncio garante que o produto esteja funcionando.

Babysitting Mama Controller – Wii

Raquete de tenis – ok.
Taco de golf – ok.
Revolver – ok.
Metralhadora – ok.
Um bebê – NÃO!

Um bebê que pode ter o controle do Wii acoplado para se jogar Babysitting Mama que serve para simular uma das atividades do jogo em que você deve fazer a criança adormecer. De todos os acessórios do Wii Remote, este de longe é o mais absurdo.

Game Boat – Xbox/Kinect??????????????????????????

Isso é um acessório, que não é um acessório. Entenderam? O Bote que ficar no meio da sua sala não interfere em nada no jogo, não muda nada e nem é reconhecido pelo jogo. Só serve para se ambientar em Kinect Adventures. Existe um motivo real para ter existido? Não… Porque então?

AlphaGrip AG-5 – PC

Este é um controle para PC que por incrível que parece é fabricado até hoje. Com mais de 42 botões ele promete o conforto de ser jogar com um controle, como se fosse um teclado e mouse.
Pode ter utilidade para alguém no universo, tipo um Jedi, pois se erro o botão “X” no Playstation, imagine em um controle desse.
Se tiver interessado, ele pode ser comprado por 129 dólares AQUI!

Sega Action Chair – Mega Drive/Master System

Cara… Só esse nome já merecia uma demissão por justa causa para quem sugeriu.
Simplesmente é um cadeira (Jura?) onde o direcional é ela mesmo, ou seja para onde você controla o seu personagem se inclinando na cadeira, ela também possui os botões onde as mãos são apoiadas.

E pra vocês meus caros leitores, como foi o mais bizarro?

 

  Categories:
Ler mais artigos

Sobre o Autor

Rubens Duarte
Rubens Duarte

Rubinho: Cristão, casado, assistente administrativo e cursando o oitavo semestre de Administração de Empresas. Escreve em blogs de games desde 2009, quando era proprietário do "falecido" Gamer Mix Brasil. Para ele não existe um estilo de jogo favorito, tudo é jogável, menos Minecraft. (zuera)

Ler mais artigos

Ainda não há comentários!

Você pode ser o único a iniciar um conversa.

Adicionar um comentário

Your data will be safe! O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.