Nostalgia #01 – GunBound

Nostalgia #01 – GunBound
abril 07 19:01 2015 Imprima este artigo

Não é só de Counter Strike que viveram as Lan Houses aqui no Brasil. Apesar do sucesso avassalador de CS, tivemos outros jogos que viraram febre por aqui. GunBound é um deles.

Um joguinho que conseguia ser simples e ao mesmo tempo complexo, com várias características herdadas do  famoso e proclamado Worms, GunBound te colocava em partidas de 1×1, 2×2, 3×3 e 4×4, onde você escolhia um veículo para o seu personagem controlar. Existiam carros simples de ser controladso como o Mage, Armor, Bigfoot e Raon Laucher. E alguns bem complicados, que exigiam muita prática, treino e até formulas matemáticas como o Boomer, Trico e Turtle.

Apesar da complexidade dos mobiles (carrinhos) diferenciadas, os mobiles sempre foram bem equilibrados e todos tinham suas vantagens e desvantagens.

Gunbound_Icons

A própria comunidade criou alguns modos bem divertidos, como o ADUKA, onde todos os players deveriam jogar com o Mobile Aduka. Essas partidas sempre foram emocionantes e divertidas já que cada tiro usando a Arma 2 da Aduka aumentava o dano do “Martelo de Thor” (Um satélite que ajudava nos danos), quando ele chegava no level 4 os danos eram inacreditáveis, as vezes matando um jogador com a vida cheia com apenas um tiro.

Outro modo criado pelos jogadores que era bem divertido, era o modo Random. Geralmente era uma partida de 2×2 em que todos os personagens escolhiam a opção Random como Mobile, então obviamente o carrinho era escolhido em aleatório, podendo as vezes aparecer 2 Mobiles secretos: O Dragon e o Knight ambos bem “apelões”.

gb dragon

Imagino vocês me perguntando agora o porque de estar falando de GunBound no passado, já que o jogo existe até hoje. Pois é amigos, o jogo existe até hoje, mas não aquele jogo que marcou gerações. A principal reclamação do Season 3 do GunBound é que tem muitas micro transações no jogo e meio que fez o game ficar assim: “Pague pra ganhar”.

E é isso galera, espero que tenha gostado desse novo quadro aqui no blog e tenho certeza que só a palavra GunBound já liberou muitas lágrimas do povo.

  Article "tagged" as:
  Categories:
Ler mais artigos

Sobre o Autor

Rubens Duarte
Rubens Duarte

Rubinho: Cristão, casado, assistente administrativo e cursando o oitavo semestre de Administração de Empresas. Escreve em blogs de games desde 2009, quando era proprietário do "falecido" Gamer Mix Brasil. Para ele não existe um estilo de jogo favorito, tudo é jogável, menos Minecraft. (zuera)

Ler mais artigos
  1. gustavrsh
    abril 13, 01:47 #1 gustavrsh

    Nossa, era muito bom esse jogo.

    O vício era tanto que eu usava uma régua no monitor pra medir os meus tiros de boomer. A coragem era tanto que eu usava T2 Dual no primeiro turno

  2. Leofreitas
    abril 13, 17:21 #2 Leofreitas

    Verdade, gostava demais.

  3. Rubens Duarte
    abril 14, 09:14 #3 Rubens Duarte Autor

    Pois é… Eu também fazia isso… Era um desespero, pois só tínhamos 20 segundos.

    Cheguei a ser o 16º no rank Brasileiro. 😀

Adicionar um comentário

Your data will be safe! O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.